ACARAÚ SEM TERMINAL RODOVIÁRIO, ATÉ QUANDO?

Páginas

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

FESTIVAL DO CAMARÃO: Grand Shrimp Festival de Acaraú, sucesso total




Os carnicultores das fazendas de camarão da região da Costa Negra em Acaraú, no litoral Oeste do Estado do Ceará, realizarão de 26 a 29 de novembro o I Festival Internacional do Camarão. O objetivo foi de incentivar a produção, além de discutir e viabilizar o aumento das exportações do crustáceo. Segundo o Centro Internacional de Negócios do Ceará, a produção de camarão atingiu quase US$ 3 milhões até o último mês de setembro

O Festival promoveu cursos, oficinas de capacitação, workshops, palestras, mesas redondas, festival gastronômico e shows, e reuniram produtores, técnicos, empresários e chef’s de cozinha nacionais e internacionais que vieram levar ao público o que de melhor pode ser feito na culinária mundial com o camarão. 




Um dos principais objetivos do I Festival Internacional do Camarão de Acaraú foi trazer para o Ceará o primeiro selo de indicação geográfica que denomina a origem do cultivo de crustáceo.

O selo é emitido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e, além de agregar valor ao camarão produzido na Costa Negra, com ele os produtores ganham o reconhecimento do mercado. Atualmente, os principais centros importadores de camarão são Estados Unidos, Japão, União Européia (Espanha, Dinamarca e França).

O I Festival Internacional do Camarão é uma promoção da Associação dos Carcinicultores da Costa Negra de Acaraú (ACCN), dos Governos Municipais de Cruz, Itarema e Acaraú e contando ainda com o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC), Associação Cearense de Criadores de Camarão (ACCC).



DESTAQUE





Destaque para o chef´s Paulo Sérgio do restaurante Taverna do Paulo de Acaraú, que ficou com o segundo lugar geral do Festival gastronômico, o terceiro foi Ronaldo Nascimento do restaurante Hotel Gran Marquise de Fortaleza. Já o primeiro lugar ficou com Faustino Paiva do restaurante Faustino de Fortaleza.

SHOW CULTURAL



A Fazenda Cacimbas em Acaraú recebeu em seu palco shows culturais com o grupo de dança de Itarema, Ana Cleria e Coral, Mona Gadelha, Cacimba de Aluá, O Som do Barzinho, Armandinho Macedo, Waldonys, Banda Sargento Pimenta, Tony Veras e Dona Zefa.



SHOWS NA PRAÇA DO CENTENARIO





Apesar de não ter recebido o publico esperado na praça do centenário a Banda Calypso de Joelma e Chimbinha que animou o publico na 1º noite do Festival com seus hits do passado e do presente. Quem também esteve na praça do centenário foram às bandas Caviar com Rapadura, Forró do Bom, Chicabana, Forro Estourado, Forró Balancear, Cobra Criada, Mexe Mais e Total Mix. 

Fonte: Blog do 

TCM: Tribunal de Contas dos Municípios oferece certidão On line de prefeituras no Ceará



“O Tribunal de Contas dos Municípios já está oferecendo mais um serviço em seu endereço eletrônico (www.tcm.ce.gov.br). É a certidão online que atesta se Prefeituras e Câmaras Municipais estão em dia ou não com as prestações de contas mensais via Sistema de Informações Municipais. Como a emissão inclui mecanismo de validação, isso evita deslocamentos até a sede do órgão para acesso ao documento nesse caso específico. Isso é muito bom para o público geral, pois garante que qualquer cidadão emita e acompanhe a certificação de seu município. Tudo via Internet. Os dirigentes municipais, igualmente, terão facilidade em comprovar junto ao Cadin, na Secretaria da Fazenda, que deixaram de estar incluídos em situação de inadimplência. Quem não presta contas, como se sabe, fica impedido de firmar convênios para receber verbas de entes públicas, em prejuízo, portanto, dos munícipes.”

Fonte: Coluna Vertical, do Jornal O POVO

Acaraú: Festival do camarão foi um sucesso



Produtores de camarão do Ceará se reuniram para discutir as oportunidades do setor. Até um festival gastronômico foi organizado para incentivar o cultivo do crustáceo.
O 1º Festival do Camarão do Ceará foi realizado no município de Acaraú, no litoral oeste do Estado, um dos principais pólos exportadores de camarão do Nordeste. Reuniu produtores de olho em novas oportunidades de negócios.
No Ceará, cento e oitenta fazendas de camarão estão distribuídas em 21 municípios, o que torna o Estado o segundo maior exportador de camarão do país, ficando atrás apenas do Rio Grande do Norte.
Até setembro deste ano, a produção atingiu quase três milhões de dólares. Apesar dos números, para o presidente da associação de criadores da região ainda é preciso discutir o cultivo do crustáceo pensando no desenvolvimento sustentável do setor.
“Hoje, nós aproveitamos as bactérias naturais do solo para poder desenvolver alimento e a própria ração do camarão”, explicou Livino Sales, presidente da Associação dos Criadores de Camarão de Acaraú.
O destaque desse festival é o camarão produzido na região conhecida como Costa Negra. O crustáceo é cultivado em uma área onde o solo é rico em nutrientes e o resultado é um camarão maior com uma textura diferenciada.
“Ele é mais apreciado no mercado porque o produtor se compromete a uma cota menor de produção e não gera o impacto ambiental, que poderia gerar”, falou o biólogo, César Ruperti.
O festival internacional do camarão de Acaraú despertou o apetite de muitos apreciadores da boa cozinha. É uma festa de sabores. Quem provou, garantiu que estava bom.

Fonte: Globo Rural

sábado, 28 de novembro de 2009

JUSTIÇA: TJ nega habeas corpus a acusada de traficar mulheres para prostituição em Acaraú





A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará negou, por unanimidade, pedido de habeas corpus para Rejane Maria Tomé dos Santos, 39, acusada de tráfico interno de mulheres para prostituição.  Rejane foi presa no último dia 20 de junho, após blitz realizada por policiais militares na cidade de Acaraú.
Em interrogatório, a acusada confirmou que, há cerca de oito anos vinha trazendo mulheres de outras cidades para se prostituírem em seu bar. As mulheres encontradas no estabelecimento confirmaram que faziam programas e cobravam trinta reais. Desse valor, cerca de oito reais eram entregues à Rejane, que cobrava pelo uso dos quartos e pelo fornecimento dos preservativos.


ASSASSINATO: Segurança é morto com bala na cabeça em Acaraú



O segurança Márcio Junior da Conceição, de 23 anos, foi morto com um tiro na cabeça, na manhã deste sábado (28), às 4h30. O acusado do crime é o indivíduo conhecido apenas como “Leonel”, que fugiu após cometer o assassinato. A Polícia está à procura do autor do crime. O incidente aconteceu no município de Acaraú, há 220 quilômetros de Fortaleza.

As pessoas que estavam no local não souberam informar qual o real motivo do assassinato. Na maioria das vezes, discussões banais resultam em mortes em cidades do interior do Ceará, geralmente durante bebedeiras. As informações foram repassadas pelo sargento Soares, do Comando de Policiamento em Acaraú.

Fonte: Ceará Agora

KARATÊ: Atletas representam Acaraú e região em campenato brasileiro realizado em São Paulo



Esta acontecendo desde sexta dia 27, a domingo 29 de Novembro em Praia Grande – São Paulo o II Campeonato Brasileiro de Karatê Esportivo, onde de acordo com as expectativas dos organizadores, estarão reunidos em torno 1.000 atletas, no qual o Karatê Cearense tentará mais uma conquista e que os atletas de Acaraú, Cruz, Bela Cruz e Itarema tentarão dar a sua contribuição. O evento terá a Realização da Federação Esportiva e Educacional Paulista de Karatê (FEEPK) e Organização da Confederação Esportiva e Educacional Brasileira de Karatê (CEEBK) filiada a World Union of Karatê-do Organizations (WUKO) www.wukokarate.org.


A Federação Cearense de Karatê Esportivo participará da competição com uma delegação composta com os melhores atletas do nosso estado. Aceitando indicação do departamento técnico da Federação, temos 6 atletas convocados a Seleção que vão participar os quais são: Magno Hávila (Bi-Campeão Brasileiro), João Pedro Belém (Bi-Campeão Brasileiro), Jackson Fontinele (2 Bronze no Estadual), Keven Furtado (Ouro e Prata no Estadual), Valmir dos S. Silva (Bi-Campeão Brasileiro), José Gerardo Jr(Bronze no Estadual).

Agradecimentos a Deus, atletas, pais, colaboradores como o Deputado Federal Aníbal Gomes, Prefeitura Municipal de Acaraú e Secretaria de Saúde, Acquacrusta Marinha, Ensa, Prefeitura Municipal de Itarema e Secretaria de Educação e Desporto, Prefeitura Municipal de Bela Cruz, Amigos Anônimos do Karatê e aos Professores que têem contribuído para o crescimento do karatê na Região.

Agradecemos também de coração a Rádio Difusora Vale do Acaraú que sempre tem divulgado os nossos eventos.


Fonte: Prof. Robyson Régi/ blog do

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Acaraú: 1° Festival de Camarão da Costa Negra bate recorde de publico e négocios



Acaraú sedia desde ontem, o 1° Festival Internacional do Camarão. O evento, em sua primeira edição, apresentará a riqueza e as oportunidades de negócios da região, proporcionando aos visitantes, participantes e parceiros, um ambiente diversificado, enaltecendo a peculiaridade da região com sua cultura, gastronomia e a contribuição para as economias, local e estadual. O evento contará com a presença de chef´s de cozinha de vários países, empresários do ramo de camarão nacionais e internacionais, jornalistas de todo o mundo e personalidades artísticas, além de políticos da região e do pais e turistas que vêem a cidade para conhecer e aprender sobre a carcinicultura e apreciar as belezas de nossa região.



FORMATO DO EVENTO

· I FESTIVAL INTERNACIONAL DO CAMARÃO DA COSTA NEGRA
· I ENCONTRO DO ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DA CARCINICULTURA DO LITORAL OESTE
· WORKSHOP GASTRONÔMICO INTERNACIONAL
· PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO
· TOUR COSTA NEGRA
· PROGRAMAÇÃO CULTURAL COM ATRAÇÕES LOCAIS E NACIONAIS


Em Tempo:

Em um evento tão importante, sobretudo para o município, a atual administração municipal de Acaraú não vem cumprindo com suas obrigações de infra-estrutura. Tendo como exemplo a principal rua de acesso para a fazenda cacimbas onde será realizado o 1° Festival de Camarão. A Rua Santo Antonio no bairro de outra banda, (principal acesso para o evento), é um exemplo de falta de infra-estrutura para os turistas, empresários e visitantes de todo o mundo que aqui estarão para acompanhar este importante evento. 

"IMAGENS DA RUA SANTO ANTONIO NO BAIRRO DE OUTRA BANDA, PRINCIPAL ACESSO AO EVENTO"

Imagens de 25 de Novembro de 2009




Fonte: Blog do Jhônata Adams 

MUNICIPIOS: O longo caminho até a emancipação de distritos no Ceará



Ao mesmo tempo em que reabre a possibilidade de criar novos municípios no Ceará, o projeto que regulamenta o processo de desmembramento promete evitar uma "avalanche" de emancipações. Além do critério populacional - mínimo de 8 mil habitantes - cada distrito ou conjunto de distritos que pretenda tornar-se uma cidade deve cumprir outros cinco quesitos mínimos para pleitear o novo status.

O presidente da Comissão de Triagem, Elaboração de Projetos e Criação de Novos Municípios da Assembleia, Luiz Carlos Mourão, afirmou ao O POVO que um levantamento do número de possíveis novos municípios só será feita após a aprovação do projeto, pois os critérios ainda podem ser alterados. No entanto, ele disse ser possível apontar como certo que entre 10 e 20 municípios podem vir a ser criados com a eventual aprovação do projeto.

Pelo texto original em tramitação, do presidente da Assembleia, Domingos Filho (PMDB), o candidato a município deve demonstrar a capacidade de autossustentabilidade. As estimativas de receita, com arrecadação própria e transferências, e de despesa, com remunerações e custeio de equipamentos e serviços, devem ter saldo positivo. Além de 8 mil habitantes, pelo menos 40% da população deve ser de eleitores e o local deve apresentar centro urbano com pelo menos 400 prédios.

O território onde fica cada candidato também tem de oferecer a infraestrutura básica para o funcionamento de uma cidade: rede de energia elétrica, abastecimento de água e escolas, entre outros itens de serviço.

Avaliação
O processo de avaliação da viabilidade dos novos municípios irá envolver, em cada caso, pelo menos sete órgãos governamentais - municipais, estaduais e federais - que devem fornecer informações para comprovar, ou afastar, a capacidade de a nova cidade ser autossustentável.

Comprovado o cumprimento de todos os requisitos, a criação do novo município é avaliada em plebiscito de que participa toda a população dos municípios envolvidos no processo de desmembramento.

O Supremo Tribunal Federal (STF) havia dado o prazo de 18 meses, encerrado em novembro de 2008, para que o Congresso Nacional elaborasse lei complementar exigida pela Constituição Federal para regular a criação de municípios. Devido à exigência constitucional, acrescentada em emenda constitucional de 1996, e à ausência da lei, a criação de municípios ficou emperrada desde então. Como o Congresso não cumpriu o prazo, a Assembleia decidiu agir por conta própria.

"É absolutamente legítimo``, avalia o presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da Ordem dos Advogados do Brasil - secção Ceará (OAB-CE), Alcimor Rocha Neto. Para ele, não pode haver prejuízo por uma omissão do Congresso. No entanto, o advogado aponta que, caso seja editada a lei federal, ela se sobreporia à lei estadual naquilo que for contraditório.


DISTRITOS CANDIDATOS A MUNICÍPIOS NO ESTADO

- Distritos que, sozinhos, possuem população superior a 1% do total do Estado (8.548 habitantes) e podem ser transformados em município, considerando o critério de população: Aranaú (Acaraú), Caponga (Cascavel), Jurema (Caucaia), Pessoa Anta (Granja), Lima Campos (Icó) Almofala (Itarema), Antônio Diogo (Redenção), Pecém(São Gonçalo do Amarante), Canaan (Trairi), Pajuçara (Maracanaú), Jamacarú (Missão Velha) e Aruaru (Morada Nova).

- Distritos que, juntos, propuseram emancipação e atingiram o mínimo de habitantes exigido: Icaraí, Moitas, Mosquito e Sabiaguaba (Amontada); Jacaúna, Patacas e Tapera (Aquiraz); Parajuru e Paripueira (Beberibe); Várzea dos Espinhos, Martinslândia e Mucambo (Guaraciaba do Norte); Matriz, Nova Fátima, São José das Lontras, Alazans e América (Ipueiras); Iratinga, Aguaí, Serrote do Meio, Pitombeiras e São Tomé (Itapajé); São Pedro, Canafistula e Mel (Jucás); São Miguel e Manituba (Quixeramobim); Lisieux, Malhada Grande, Macaraú e Trapiá (Santa Quitéria); Aracatiaçu e Taperuaba (Sobral).

Fonte: Revista Distritos In Foco de março de 2009, editada pela Federação das Associações Emancipalistas do Ceará (Faec) e Assembleia Legislativa

Os critérios

1. População superior a 8 mil habitantes.

2. Eleitorado não inferior a 40% de sua população.

3. Centro urbano constituído com mais de 400 prédios residenciais, comerciais e públicos.

4. Estimativa de receitas fiscais da área do novo município, com base na arrecadação do ano anterior, e de transferências estaduais e federais.

5. Estimativa do custo da administração, incluindo: remuneração dos gestores, vereadores e servidores públicos, despesas de custeio de órgãos e equipamentos públicos e com prestação de serviços públicos de interesse local.

6. Existência de equipamentos sociais e de infraestrutura compatíveis com a necessidade da população. Incluindo: rede de energia elétrica, sistema de captação e abastecimento de água, escolas de educação infantil, ensino fundamental e médio, posto de saúde, estrutura de segurança pública, sistema de telefonia, prédios com condições para instalação da Prefeitura e Câmara Municipal, posto dos correios e estabelecimento de venda de combustível e gás de cozinha.

Gabriel Bomfim
gabrielbomfim@opovo.com.br


Fonte: Jornal O Povo 

ACARAÚ: O melhor da Itália no litoral cearense



Começou ontem e vai até o próximo domingo, no município de Acaraú, o I Festival Internacional do Camarão da Costa Negra, evento de porte que reúne chefs nacionais e internacionais em torno do crustáceo. Com palestras e debates sobre a produção do camarão, workshops e feira gastronômica, o evento promete ser um marco no calendário do Estado. Entre os chefs internacionais, destaque para o francês Lucian Marcon, do restaurante Cimes, que ostenta 3 Estrelas Michelin. Na lista chefs brasileiros há profissionais de Fortaleza (a exemplo do premiado Faustino Paiva), Acaraú, São Paulo e Jericoacoara - esta última, uma das pérolas da orla cearense. No Festival, será representada pelo chef Roberto Brotini, do restaurante Leonardo da Vinci. Natural da região da Toscana, Brotini trocou a Itália pelo Brasil há doze anos, e trouxe com ele toda a tradição de uma das culinárias mais apreciadas no mundo.

Formado pela escola de gastronomia de Torino, Brotini integra a prestigiosa Federazione Italiana Cuochi (Federação Italiana de Chefs). Não por acaso, o Leonardo da Vinci é um dos restaurantes italianos mais tradicionais de Jericoacoara, com cardápio fundamentado em influências mediterrâneas. Os peixes e as massas são sempre frescos, estas últimas, confeccionadas no próprio restaurante. Um dos pratos mais pedidos é o "Tagliateli Neri di Sépia" (foto) - tagliateli negro com tinta de lula, ao molho de azeite extra virgem e alho poró e camarões grandes (R$ 35). A carta de vinhos é vasta, com cerca de 300 rótulos (a partir de R$ 50), entre eles o Sassicaia - da família dos "Super Toscanos", que reúne alguns dos vinhos mais valorizados do mundo. No Festival do Camarão, Brotini irá servir Risoto de camarão com quiabo e Cialda (biscoito de castanha de caju), Ratatuille de camarão com couve crocante e bruschetta toscana.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

PLANEJAMENTO: Governo avalia PPAs e define ações para 2010 em Acaraú e região



O governo do Estado, por meio da Secretaria do Planejamento e Gestão e da Vice-Governadoria, promove hoje das 8h às 18h, no Hotel Sonata, na Praia de Iracema, a Oficina de Planejamento Participativo e Regionalizado, com o objetivo de avaliar o processo de trabalho desenvolvido no período de 2007 a 2009 e definir ações para 2010.

Técnicos das setoriais que participaram do processo de planejamento estarão reunidos no encontro. O evento será aberto pelo vice-governador Francisco José Pinheiro e pela secretária do Planejamento e Gestão, Desirée Mota.

A programação estará dividida em dois momentos. Pela manhã, os técnicos farão a avaliação do trabalho realizado a partir do ano de 2007 e, à tarde, debaterão o planejamento das ações a serem implementadas no decorrer do próximo ano.

Em 2009, o governo estadual promoveu uma série de 14 oficinas regionais de revisão do PPA Participativo e Regionalizado para apresentação da execução orçamentária das oito macrorregiões do Ceará e discussão das demandas.

Os encontros regionais ocorreram no período de julho a setembro, nos municípios de Acaraú, Tianguá, Sobral, Itapipoca, Eusébio, Canindé, Baturité, Cascavel, Crateús, Quixadá, Limoeiro do Norte, Tauá, Iguatu e Juazeiro do Norte, com a participação de 2433 representantes de cada município.

No último dia cinco, o governo do Estado reuniu os delegados regionais escolhidos durante as 14 oficinas no III Fórum de Planejamento Participativo e Regionalizado - Revisão PPA 2010/2011, realizado em Fortaleza, com a presença do governador Cid Gomes.

Coordenado pela Seplag, por meio da Célula de Execução do Planejamento Participativo e Regionalizado (Cepar), o evento teve por objetivos apresentar a programação de governo estadual de forma regionalizada e debater sobre a contribuição das principais políticas públicas setoriais, diante das expectativas territoriais e dos resultados estratégicos de governo.

Fonte: Jornal Diário  do Nordeste

ACARAÚ: Turista encontrará sinalização




Depois de mais de um ano de serviço, os visitantes que vierem ao Ceará na próxima temporada encontrarão sinalização adequada para os principais corredores turísticos. O investimento dispensado pelo Governo do Estado e Ministério do Turismo (MTur) foi de R$ 7,5 milhões.

Do montante, R$ 4,5 milhões foram destinados à instalação de placas indicativas nas rodovias do litoral cearense. Os outros R$ 3 milhões foram aplicados nas 578 novas placas dispostas por Fortaleza, nos principais acessos e bairros.

Na Capital, as placas obedecem às regras estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). As de fundo verde correspondem à orientação de destino; as de cor azul, a serviços e localidade; e as de cor marrom, a atrativos turísticos e patrimônios históricos.


Litoral
No Litoral Oeste, o trabalho de estabelecimento das placas está a 15% da conclusão e passará pelos municípios de Acaraú, Cruz, Itarena, Jijoca de Jericoacoara, Camocim,Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Paracuru, Paraipaba, Trairi, Itapipoca e Amontada.

Já no Litoral Leste, os trabalhos na rodovia CE-040 só estão concluídos até o Iguape, a 45 km da Capital. Os planos são para que a sinalização cubra toda a extensão litorânea, finalizando em Icapuí, mas o Governo do Estado só deve dar continuidade às obras após a conclusão da duplicação da estrada no trecho que vai até Beberibe, prevista para abril de 2010.

"Até a alta estação, nós estaremos com a sinalização de Fortaleza e do litoral toda concluída, com exceção da rodovia CE-040, na qual só colocaremos as placas após a conclusão das obras de duplicação", afirmou Bismarck Maia, secretário de Turismo do Ceará.

Interior
De acordo com o secretário, após a conclusão dos trabalhos em Fortaleza e no litoral cearense, o governo levará a nova sinalização ao Interior. As primeiras regiões beneficiadas serão o Cariri, a Serra da Ibiapaba e o Maciço de Baturité. Serão investidos cerca de R$ 1 milhão em cada uma das obras. Os recursos para a sinalização da Ibiapaba, segundo o secretário de Turismo, já estão assegurados pelo Tesouro Estadual. Para as placas de Baturité, o Governo espera contar com dinheiro do Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste (Prodetur) linha de crédito do MTur em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Já para o Cariri, o dinheiro deverá vir do próprio Ministério, mas o Estado poderá entrar com investimento próprio.

Bismarck Maia está otimista para a chegada da alta estação no Ceará. "Tivemos o melhor mês de novembro da história, com o aumento de 20% na taxa de ocupação dos hotéis. Antes, a maior reclamação dos turistas que chegavam ao Ceará era a ausência de sinalização turística. Estamos chegando ao fim de 2009 com Fortaleza totalmente sinalizada, solucionando esse problema que prejudicava inclusive o morador", concluiu.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

IFET: Campi de Acaraú sera inaugurado somente em 2010




O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), antigo Cefet, está passando por um processo de expansão que pode elevar o número atual de 14 mil matrículas para 21 mil até o fim de 2010. Hoje, o Instituto conta com nove campi em funcionamento. A previsão é que sejam inaugurados mais três até o ano que vem, nos municípios de Acaraú, Canindé e Crateús. Além disso, dez novos campi avançados (estruturas menores, que funcionam como extensão, mas não têm garantia de custeio pelo Governo Federal) serão inaugurados até o ano que vem. Cinco deles receberão recursos do Ministério da Educação (MEC) e serão inaugurados dia 15.

A informação foi confirmada ontem, durante o Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, em Brasília, que teve início no dia 23 e segue até o dia 27. "Os campi avançado não têm garantia de custeio pelo Governo Federal. O Instituto é que precisa trabalhar para garantir o seu funcionamento, negociando parcerias público-privadas, mas cinco campi avançados do Ceará serão -abençoados-, ou seja, custeados pelo Governo Federal", comemora o reitor do IFCE, Cláudio Ricardo Gomes, que está em Brasília.

Isso significa que o Ministério da Educação vai assumir o quadro mínimo de professores, servidores técnicos-administrativos, gratificações de funções de gerenciamento e custeio. É o caso dos IFCEs dos municípios de Baturité, Aracati, Tianguá, Jaguaribe e Tauá. ``São escolas que já estão prontas e não estão funcionando ainda. Mas serão inauguradas no dia 15 de dezembro pelo presidente Lula para começarem a funcionar em 2010``, destacou o secretário da Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eliezer Pacheco.

Estas unidades avançadas funcionam como extensão e têm o objetivo de complementar a cobertura da oferta profissional e tecnológica promovida pelos campi tradicionais. "Há localidades que por serem menores não comportam a unidade da rede federal. E para não deixar essas localidades sem unidades, criamos os avançados. São cursos que correspondem à demanda do Município", informou Pacheco. Os municípios têm autonomia e podem oferecer cursos tecnológicos, de nível superior, e técnicos de nível médio.

Um dos maiores benefícios é permitir que mais estudantes tenham uma unidade próxima de sua casa. As instalações físicas dessas unidades já estão em construção. Além dos que serão custeados pelo Governo Federal, outros cinco campi avançados devem ser inaugurados até o próximo ano nos municípios de Camocim, Caucaia, Morada Nova, Tabuleiro e Ubajara. Para estes, o Instituto buscará parcerias público-privadas.


EMAIS

- O Ceará tem nove campi já instalados e em funcionamento, no modelo tradicional: Fortaleza, Maracanaú, Cedro, Juazeiro do Norte, Crato, Iguatu, Sobral, Limoeiro do Norte e Quixadá. Três estão em estágio avançado de construção. Um deles é de Crateús, cuja inauguração está prevista para 15 de dezembro.

- Os campi de Acaraú e Canindé serão inaugurados apenas em 2010.

REDE CERTIFICADA

- Segundo o Ministério da Educação, nos próximos 15 dias, reitores de Institutos Federais de todo o Brasil estarão reunidos para definir a estrutura da Rede Certific em suas instituições.

- No primeiro momento, serão certificados profissionais das áreas de pesca, construção civil, turismo e gastronomia. Como a certificação é uma competência dos Institutos Federais, segundo o MEC, cabe às instituições incorporá-las em suas práticas cotidianas e estabelecer um calendário para a ação. A Rede Certific foi instituída pela Portaria Interministerial nº 1082/2009.

Lucinthya Gomes
Enviada a Brasília
lucinthya@opovo.com.br

Fonte:  Jornal O Povo

CAMARÃO: Festival começa hoje em Acaraú



Na busca pelo selo Denominação de Origem Controlada (DOC), os carcinicultores (criadores de camarão) cearenses convidaram a assessora do Instituto de Propriedade Industrial, Lúcia Fernandes, a pronunciar palestra sobre as virtude do controle de qualidade. É o INPI que emite o DOC. Lúcia Fernandes falará 6ª feira, durante o I Festival Internacional do Camarão, que se abrirá hoje em Acaraú, no litoral Norte do Ceará 'a 220 km de Fortaleza. Desse evento participarão chefes de cozinha de vários estados brasileiros e até da Argentina.

Fonte: Coluna Egídio Serpa

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

ELEIÇÕES: Presidente da Assembleia apresenta projeto regulando criação de municípios




O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Domingos Filho (PMDB) anunciou, nesta quarta-feira (25/11), que vai apresentar um projeto de lei complementar regulamentando a criação de novos municípios no Ceará. Conforme informou, o Legislativo, ao lado do IBGE, realizou um estudo sobre os limites das cidades, para uma nova organização de limites. Segundo o presidente da AL, a última lei neste sentido foi aprovada em 1951.

Para ele, não é razoável que se tenha no Ceará os mais bem estruturados distritos do País, mas, no entanto, estes, não podem se emancipar porque não há uma regulação por meio de lei. “Se esses distritos conseguiram ter esta estrutura de cidade, têm o direito subjetivo de ter a sua maioridade política e se emanciparem”.

O deputado reconhece que houve excessos, Brasil afora, nesta questão. Porém no Ceará isso não aconteceu. “Equivocadamente cometeu um exagero às avessas e desde 1990 aconteceram as últimas emancipações”. Na avaliação do parlamentar, o Congresso Nacional cometeu uma brutalidade quando retirou das assembleias a possibilidade de legislar sobre a matéria. “Foi ferido de morte o Pacto Federativo”.

O deputado explicou que a emenda 15 de 1996, que emancipa estados é uma legislação federal. Para se criar distritos as câmaras municipais definem as regras, desde 1996 até hoje, e a Câmara dos Deputados não define uma legislação para emancipar distritos. “O distrito de Jurema, que tem 146 mil habitantes, não pode se emancipar porque não há norma de regência”, explicou.

Domingos Filho revelou que debateu a questão na União Nacional dos Legislativos Estaduais (Unale), levando a questão para todas as assembleias e, unanimemente, foi decidido resgatar a prerrogativa.

“A Unale reuniu-se com o presidente da Câmara Federal por três vezes e não foi suficiente. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso, inconformada com os entraves de natureza política, ajuizou uma Adin pela omissão do Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), tendo como relator Gilmar Mendes, estabeleceu prazo de 18 meses para regular matéria. O Senado Federal cumpriu, tendo como relator o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Mas a Câmara dos Deputados, não. O prazo se esgotou em maio deste ano”, disse o presidente da AL.

O deputado afirmou, ainda, que outra Assembleia, do Estado de Rondônia, já havia autorizado plebiscito em um distrito de Porto Velho, a 300 km da Capital. Segundo ele, o TRE negou e o TSE autorizou o plebiscito.

De acordo com o deputado, o projeto de sua autoria, subscrito por 42 deputados, objetiva definir regras estaduais. “Se esperar boa vontade da Câmara dos Deputados nunca vai se ter nada". A proposta de Domingos Filho determina que o distrito tenha pelo menos 8 mil habitantes, população maior do que a de 14 municípios cearenses. Lembrou que em São Paulo há um município com apenas 804 habitantes.

INFORMAÇÕES DO BLOG


Distritos que, sozinhos, podem ser transformados em município, de acordo com os critérios de população: Aranaú (Acaraú), Caponga (Cascavel), Jurema (Caucaia), Pessoa Anta (Granja), Lima Campos (Icó) Almofala (Itarema), Antônio Diogo (Redenção), Pecém (São Gonçalo do Amarante), Canaan (Trairi), Pajuçara (Maracanaú), Jamacarú (Missão Velha) e Aruaru (Morada Nova).

- Distritos que, juntos, propuseram emancipação e atingiram o mínimo de habitantes exigido: Icaraí, Moitas, Mosquito e Sabiaguaba (Amontada); Jacaúna, Patacas e Tapera (Aquiraz); Parajuru e Paripueira (Beberibe); Várzea dos Espinhos, Martinslândia e Mucambo (Guaraciaba do Norte); Matriz, Nova Fátima, São José das Lontras, Alazans e América (Ipueiras); Iratinga, Aguaí, Serrote do Meio, Pitombeiras e São Tomé (Itapajé); São Pedro, Canafistula e Mel (Jucás); São Miguel e Manituba (Quixeramobim); Lisieux, Malhada Grande, Macaraú e Trapiá (Santa Quitéria); Aracatiaçu e Taperuaba (Sobral).

- Distritos com proposta de emancipação, mas que não atingem o número mínimo de moradores: Santa Felícia e Santo Antônio (Acopiara); Trussu e São Paulinho (Acopiara); Juritianha (Acaraú); Guanacés (Cascavel); Ponta da Serra (Crato); José de Alencar (Iguatu); Deserto (Itapipoca); Assunção (Itapipoca); Feiticeiro (Jaguaribe); Itapebussu, Antônio Marques e Lagoa do Juvenal (Maranguape); Amanari e Lagoa do Amanari (Maranguape); Mineirolândia (Pedra Branca); Lagoinha (Quixeré); Flores (Russas); Santa Tereza e Trici (Tauá); Mundaú (Trairi).

- Os últimos distritos cearenses transformados em município foram: Itaitinga, Jijoca de Jericoacoara e Choró (todos em 1992) e Fortim (1993).

- Pelo que está proposto só poderá se transformar em município, dentre outros critérios, distritos que tiverem quantidade de habitantes correspondente a 1% (ou mais) da população do Ceará - o que representa 8.548 pessoas.

- Além disso, também é necessário comprovar eleitorado superior a 40% de sua população; ter centro urbano constituído e ter equipamentos sociais e de infraestrutura (posto de saúde, posto policial, sistema de telefonia pública etc), dentre outras regras.

Fonte: Giselle Dutra, com colaboração de Hebely Rebouças, Revista Distritos In Foco de março de 2009, editada pela Federação das Associações Emancipalistas do Ceará (Faec) e Assembleia Legislativa.


Fonte: Blog do Macario Batista com informações do Blog Acaraú, Vivendo e Sempre Aprendendo!

GOVERNO: Educação para carentes pode ser mais acessível



Brasília. Estudar no Brasil pode ficar mais acessível aos estudantes carentes e até mesmo os de classe média. Pelo menos se depender do material escolar. É que o governo federal estuda a possibilidade de garantir incentivo fiscal para o caderno, lápis, borracha, caneta, régua... O benefício deve ser implantado ainda em dezembro próximo ou em janeiro de 2010. A pressa é para atender aos alunos que já estão se matriculando para o período letivo do próximo ano.

A informação é do ministro da Educação, Fernando Haddad, em entrevista coletiva, na tarde de ontem, no Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, em Brasília.

Haddad adiantou, ainda, que a Receita Federal está fazendo os cálculos da desoneração no preço do material escolar. "Sou favorável ao fim dos tributos para material escolar a exemplo do que aconteceu com o livro didático. O incentivo fiscal me parece benéfico", defendeu o ministro, ressaltando que a medida, se for definida pelo presidente da República, será "tomada com antecedência" para ter reflexos na ponta e atender imediatamente aos estudantes.

Durante a coletiva, o ministro anunciou a criação da Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada (Rede Certific), em que os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia vão garantir qualificação e reconhecimento para pessoas que estão à margem da certificação formal. O programa, que deve entrar em funcionamento no primeiro semestre de 2010, atingirá 30 milhões de trabalhadores em todo o País.

No Ceará, a expectativa é de mais de 200 mil dominam o seu ofício na prática mas não têm qualificação profissional. "A qualificação é uma demanda história dos trabalhadores", garantiu Haddad. "Milhões de trabalhadores vão ser atendidos".

O governador Cid Gomes, que esteve, ontem, acompanhando a programação do Fórum e participou da abertura do evento, na noite de segunda-feira última, disse não ter conhecimento desta iniciativa.

Com a medida, quem já atua em áreas da construção civil, pesca, gastronomia e turismo, por exemplo, vão poder procurar uma das mais de 200 escolas ligadas à Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica para obter certificação desse conhecimento. Nas escolas, o trabalhador será submetido a testes de certificação de saberes, oferecidos por especialistas da área avaliada. "É um programa voltado para pessoas, como um pedreiro, que, apesar de já dominar o ofício, nunca obteve uma qualificação profissional", explicou Eliezer Pacheco, secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação.

O programa já funciona como piloto nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Norte e Mato Grosso. Como a certificação é uma competência dos institutos federais, os reitores dos 38 institutos federais se reunirão, nos próximos 15 dias, para definir a estrutura de gestão e funcionamento da Rede Certific em suas instituições e estabelecer um calendário próprio para a ação.

No Ceará, a certificação de competência do trabalhador informal não deve se limitar à Capital, uma vez que o Estado já conta com nove campi instalados e em funcionamento do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (Ifet)- Fortaleza, Maracanaú, Cedro, Juazeiro do Norte, Crato, Iguatu, Sobral, Limoeiro do Norte e Quixadá, além de três outros em construção - Crateús (será inaugurado no próximo dia 15), Acaraú e Canindé. Nestes lugares, mais de 95% da mão-de-obra estão na informalidade e não têm certificação profissional.

Os cearenses dispõem, ainda, das unidades avançadas de Aracati, Baturité, Camocim, Caucaia, Jaguaribe, Morada Nova, Tauá, Tabuleiro do Norte, Tianguá e Ubajara.

Jovem profissionalizado

A profissionalização do jovem tem avançado no Ceará. Prova disso, é o número de alunos matriculados nos nove campi. Segundo o reitor do Ifet, Claudio Ricardo Gomes de Lima, que está participando do Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, são 14 mil alunos. E a projeção para final do próximo ano é de ampliação para 21 mil estudantes com a inauguração dos outros três campi.

A atuação cearense na educação profissional tecnológica vem sendo elogiada por participantes do Fórum Mundial, que buscam informações no estande do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) do Ceará, instalado no Centro de Convenções Ulisses Guimarães. "O trabalho desenvolvido pelo Ceará é fantástico. Nós estamos aprendendo com a experiência de vocês", enfatizou a professora-doutora Margarida Hellmas, do Rio Grande do Sul.

Depoimento semelhante deu a também professora Rita de Cássia Barreto Mendes, do IFES de Vitória (ES). "O Ceará vem exportando tecnologia para o restante do Brasil. Os CVTs de lá são exemplos de profissionalismo e da verdadeira educação voltada para o jovem do Interior que, teoricamente, não teria chances de entrar no mercado de trabalho ou na universidade. Mas com os CVTs estão se capacitando".

SUZETE NOCRATO
EDITORA DE CIDADE

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

SERVIÇO: SSPDS emite antecedentes criminais via internet



Nem tudo é crise ou notícia de sumiço de armas na área policial cearense. A Perícia Forense do, órgão vinculado à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), começou a emitir, via internet, o Atestado de Antecedentes Criminais.
Segundo a assessoria de imprensa da SSPDS, o documento pode ser solicitado por meio do seguinte endereço eletrônico http://www.sspds.ce.gov.br/AtestadoAntecedentes.

SERVIÇO

- Para utilização deste serviço, o interessado deve, primeiramente,
verificar se a Carteira de Identidade (RG) foi emitida no Ceará;

- Atestados de Antecedentes para portadores de RG de outros Estados
podem ser requeridos pessoalmente na CIHPB, mediante apresentação do
referido documento.

Fonte: Blog do Eliomar

ENEM 2009: Locais de prova já podem ser consultados na internet



Os locais de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009 já podem ser consultados na internet; confira:


Segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), os cartões de confirmação da inscrição também já estão sendo entregues aos candidatos pelos Correios e devem chegar até o dia 30 de novembro. Quem não receber o documento pode consultar o local em que fará o exame pela internet ou pelo Programa Fala Brasil (telefone 0800-616161).

O cartão contém a hora, a data e o local da prova onde o candidato deverá fazer o Enem. Além disso, devem constar o número de inscrição, a senha de acesso aos resultados e a folha de leitura óptica para as respostas do questionário socioeconômico. O Enem 2009 será aplicado nos dias 5 e 6 de dezembro a 4,1 milhões de estudantes.

O questionário socioeconômico e o cartão de respostas também podem ser acessados pela internet para impressão:

Prova

No sábado (5) será aplicada a Prova I. São cobradas as disciplinas de ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. No domingo (6), será aplicada a Prova II, com linguagens, códigos e suas tecnologias, mais a redação, e matemática e suas tecnologias.

Os horários para fazer a prova não foram mudados: no sábado o Enem será aplicado das 13h às 17h30, com 4h30 de duração. No domingo, o horário é das 13h às 18h30. O horário considerado é o oficial de Brasília.

Fraude adia exame

A avaliação, que deveria ter sido aplicada nos dias 3 e 4 de outubro, foi cancelada por conta do vazamento de seu conteúdo.

Depois de fraudada a primeira prova, o MEC interrompeu o contrato com o Connasel (Consórcio Nacional de Avaliação e Seleção), consórcio que estava responsável pela execução do Enem. Em regime de urgência, o Cespe (Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília) e a Fundação Cesgranrio foram contratados para executar o novo exame. Os custos já atingiram R$ 131,9 milhões.

O Connasel foi o único a participar da licitação para o Enem 2009, fechada em R$ 116 milhões, dos quais cerca de R$ 36 milhões foram pagos pelo governo. O valor desembolsado se referiu à impressão da primeira prova, que já estava em processo de distribuição, quando dois cadernos foram furtados.

Ao todo, 53.542 candidatos do Enem 2009 pediram alteração de cidade para a aplicação da prova, o que representa 1,3% do universo total de inscritos, de 4.147.527 estudantes.

Outras informações podem ser obtidas no site do Inep.

Fonte: Blog do Jornal A Folha

ACARAÚ: Amanhã começa o 1° festival internacional de camarão



A partir de amanhã, dia 26, até o próximo domingo (29), carcinicultores dos municípios de Acaraú, Itarema e Cruz - das fazendas de camarão da região da Costa Negra -, realizarão o I Festival Internacional do Camarão de Acaraú e o I Encontro do Arranjo Produtivo Local da Carcinicultura no Litoral Oeste. O evento será realizado na Fazenda Cacimbas, em Acaraú, e a abertura será quinta, às 16 horas. O evento reunirá produtores, técnicos, empresários e chefs de cozinha nacionais e internacionais que irão levar ao público o que de melhor pode ser feito na culinária mundial com o camarão.
O I Encontro do Arranjo Produtivo Local da Carcinicultura do Litoral Oeste trará como tema “A Cadeia Produtiva do Camarão Cultivado: Inovação, Meio Ambiente e Competitividade, visando a sustentabilidade do setor”. O Festival de Acaraú, por sua vez, com o objetivo de incentivar a produção, discutir e viabilizar o aumento de exportações do crustáceo, promoverá cursos, oficinas de capacitação, workshops, palestras, mesas redondas, festival gastronômico e shows. Além disso, um dos principais objetivos do evento é trazer para o Ceará o primeiro selo de indicação geográfica que denomina a origem do cultivo de camarão.

O selo é emitido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e, além de agregar valor ao crustáceo produzido na Costa Negra em Acaraú, com ele os produtores ganham o reconhecimento do mercado. Para obter a certificação, algumas vantagens são apontadas pelos carcinicultores. A primeira delas é o cultivo orgânico do camarão, com o trabalho de limpeza das águas e da constante manutenção do solo da região, rico em nutrientes que servem de alimento natural para o crustáceo cultivado na área. Como resultado desse trabalho, o camarão da Costa Negra em Acaraú passou por um rigoroso processo de certificação de qualidade alemã e, no mercado, já têm a preferência dos importadores europeus.
A região de Acaraú, além das mais de 30 fazendas de camarão, disponibiliza ainda um laboratório de produção de pós-larvas e quatro indústrias de beneficiamento para processamento de pescados em geral, somando mais de 2 mil hectares de área de produção. Somente em 2008, a Costa Negra produziu mais de 7 mil toneladas de camarões. Para este ano, a estimativa é que haja um incremento de 15%, superando as 8 mil toneladas. O Ceará é o 3º maior exportador nacional de camarão, nos últimos anos, entre os estados nordestinos.


Com informações da Assessoria de Imprensa do evento.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

FESTIVAL DO CAMARÃO: Grandes shows confirmados para os três dias de festa em Acaraú




Além da Banda Calypso o festival internacional de camarão de Acaraú terá como atrações principais, Chicabana, Forró do Bom, Forró Balancear, Caviar com Rapadura e Forró Estourado! São três dias de Festa com horário previsto para os shows a partir das 21:00 hs .

FESTIVAL DO CAMARÃO: Tudo pronto em Acaraú




Para provar que no nordeste brasileiro é onde se produz o melhor camarão do mundo, carcinicultores dos municípios de Acaraú, Itarema e Cruz, das fazendas de camarão da região da Acaraú, no litoral Oeste do Estado do Ceará, realizarão de 26 a 29 de novembro o I Festival Internacional do Camarão e o I Encontro do Arranjo Produtivo Local da Carcinicultura no Litoral Oeste.

Com o objetivo de incentivar a produção, discutir e viabilizar o aumento de exportações do crustáceo, o Festival promoverá cursos, oficinas de capacitação, workshops, palestras, mesas redondas, festival gastronômico e shows. Já o I Encontro do Arranjo Produtivo Local da Carcinicultura do Litoral Oeste trará como tema “A Cadeia Produtiva do Camarão Cultivado: Inovação, Meio Ambiente e Competitividade, visando a sustentabilidade do setor”. O evento será realizado na Fazenda Cacimbas em Acaraú, a 220 km de Fortaleza, e reunirá produtores, técnicos, empresários e chef’s de cozinha nacionais e internacionais que irão levar ao público o que de melhor pode ser feito na culinária mundial com o camarão.

Um dos principais objetivos do I Festival Internacional do Camarão de Acaraú é trazer para o Ceará o primeiro selo de indicação geográfica que denomina a origem do cultivo de crustáceo. O selo é emitido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e, além de agregar valor ao camarão produzido na Costa Negra, com ele os produtores ganham o reconhecimento do mercado. Para obter a certificação, algumas vantagens são apontadas pelos carcinicultores. A primeira delas é o cultivo orgânico do camarão, com o trabalho de limpeza das águas e da constante manutenção do solo da região, rico em nutrientes que servem de alimento natural para o camarão cultivado na área. Como resultado desse trabalho, o camarão de Acaraú passou por um rigoroso processo de certificação de qualidade alemã e, no mercado, já têm a preferência dos importadores europeus.

O cultivo de camarão é o segmento da aquicultura que mais se destaca no setor pesqueiro mundial. A carcinicultura, criação de camarão marinho em cativeiro, é praticada em mais de 50 países. Para o setor primário, a carcinicultura se constitui a alternativa de maior viabilidade, contribuindo para o desenvolvimento de tecnologias que beneficiam toda a cadeia produtiva da aqüicultura. No Brasil, sua predominância ocorre na região Nordeste, onde as condições climáticas são mais favoráveis, possibilitando o cultivo durante todos os dias do ano. No litoral dessa região, encontram-se os maiores pólos nacionais de produção de camarões em cativeiro, onde as fazendas localizam-se nas margens dos estuários e lagoas costeiras. Entre os estados nordestinos exportadores do crustáceo, o Ceará ocupa a posição de 3º maior exportador nacional nos últimos anos.




Segundo o Centro Internacional de Negócios do Ceará, a produção de camarão atingiu quase US$ 3 milhões até o último mês de setembro e o crustáceo ocupa o 14º lugar no ranking de produtos exportados pelo Estado. Números da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) apontam que o Ceará ocupa o 2º lugar em produção de camarão em todo o país, perdendo apenas para o Rio Grande do Norte, e soma 180 fazendas de camarão distribuídas em 21 municípios cearenses.

Atualmente, os principais centros importadores de camarão são Estados Unidos, Japão, União Européia (Espanha, Dinamarca e França). A região de Acaraú, além das mais de 30 fazendas de camarão, disponibiliza ainda um laboratório de produção de pós-larvas e quatro indústrias de beneficiamento para processamento de pescados em geral, somando mais de 2 mil hectares de área de produção. Somente em 2008, a região da Costa Negra produziu mais de 7 mil toneladas de camarões. Para este ano, a estimativa é que haja um incremento de 15%, superando as 8 mil toneladas.

O I Festival Internacional do Camarão de Acaraú é uma promoção da Associação dos Carcinicultores da Costa Negra de Acaraú (ACCN), contando ainda com o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC), Associação Cearense de Criadores de Camarão (ACCC), Serviço Nacional de Aprendizagem Nacional (Senac), Fecomércio, Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senac) e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). O evento tem patrocínio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Banco do Nordeste, Serviço de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Governo Federal e do Governo do Estado do Ceará. Já entre os apoiadores estão as empresas Polinutri, Pão de Açúcar, Expand, Nutrimar, FORUM, Sandálias Dupé, Penalty, Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec), Santa Clara Café, Esmaltec e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac)






Fonte: Portal do Agronégocio Goiano


ACARAÚ: Ministro do Desenvolvimento Agrário, Cassel discute lei da merenda em Acaraú




Garantir que 30% da merenda escolar seja oriunda da agricultura familiar (Lei 11.947). Com esse e outros intuitos, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, participa amanhã, em Acaraú, da abertura do Seminário “Da Roça para a Escola, 30% da merenda escolar”. Com o apoio do Centro de Estudo e Apoio ao Trabalhador e Trabalhadora (CEAT), o evento, segundo o parlamentar, tem como objetivo tentar “melhorar consideravelmente a qualidade da merenda escolar, gerar mais trabalho e renda e resultados positivos para as administrações municipais”, afirmou o deputado.
O  objetivo do seminário é socializar com os gestores municipais e com os produtores da agricultura familiar, os conhecimentos sobre o marco legal da política de alimentação escolar. “Vamos reafirmar que a alimentação escolar é um direito essencial para garantir a segurança alimentar e nutricional dos alunos”, afirmou. Com o debate, pretende-se ainda estimular a organização dos produtores da agricultura familiar local para o acesso ao mercado consumidor. A Lei 11.947 define novas diretrizes e determina que a aquisição dos alimentos deve obedecer a cardápio planejado por nutricionista e que no mínimo 30% seja oriundo diretamente da agricultura familiar, do empreendedor familiar rural.
DESINFORMAÇÃO
Poucos municípios aplicam a lei, muito embora tenham a intenção de fazê-lo. Acredita-se que, enquanto impera a desinformação, inúmeros agricultores padecem com a dificuldade para escoar o produto de seu trabalho. O Seminário Da Roça para a Escola pretende incentivar parcerias para viabilizar a produção, logística e distribuição desses alimentos, beneficiando ao mesmo tempo produtores, prefeituras e escolas. Por isso o evento tem como público-alvo agricultores e gestores públicos, além de membros do judiciário, sindicatos e demais interessados. O Ministério do Desenvolvimento Agrário publicou uma cartilha com o passo-a-passo para quem pretende beneficiar-se da lei.
O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) garante, desde 1995, por meio de repasse legal, os recursos para a compra da alimentação escolar dos alunos de toda a educação básica. Atualmente, o valor repassado pela União para estados e municípios de todo o Brasil através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE totaliza R$ 97, milhões. De acordo com dados do Ministério da Educação, os valores repassados pelo FNDE/MEC ao Ceará e seus municípios são da ordem de R$ 5 milhões, sendo que 30% desse valor, que teoricamente seria destinado à aquisição de alimentos da agricultura familiar, representam R$ 1,5 milhão.
Fonte: AVOL


FESTIVAL DO CAMARÃO: Chef da rede de hotéis Estanplaza confirma presença





O chef  Waldomiro Santos, da rede de hotéis Estanplaza participa do 1º Festival Internacional do Camarão de Acaraú, que se realiza de 26 a 29, na Fazenda Cacimbas em Acaraú, a 220 km de Fortaleza (CE).

O evento reúne produtores, técnicos, empresários e chefs nacionais e internacionais, que irão mostrar ao público as melhores receitas da culinária mundial feitas com camarão.

A programação do festival  tem cursos, oficinas de capacitação, palestras, workshops, shows e mesas redondas. Mas é no festival gastronômico que Waldomiro Santos, único chef de São Paulo convidado vai mostrar suas habilidades gastronômicas com o crustáceo.

O jantar de abertura, acontece na noite do dia 25, no Hotel Mosquito, em Jericoacoara, onde vai preparar pratos como guacamole com camarão defumado, risoto de camarão com coco verde e canapés de caju com camarão, entre outros.

Informações: tel. 0800 726 1500   reservas@estanplaza.com.br 


Fonte: Brasilturis








FESTIVAL DO CAMARÃO: Acaraú em evidência







A vida mansa e tranquila da cidade do Acaraú, na Costa Negra, litoral Oeste do Ceará, ganhará uma movimentação atípica no período de 26 a 29 deste mês. Dois grandes eventos - o I Festival Internacional do Camarão da Costa Negra em Acaraú e o I Encontro do Arranjo Produtivo Local da Carcinicultura do Litoral Oeste - mudarão a rotina do lugar, atrairão visitantes e darão um novo ritmo à economia da região.

Com o foco no incentivo à carcinicultura (criação de camarão em cativeiro), os eventos discutirão uma atividade que vem se destacando no setor pesqueiro local e mundial por proporcionar inclusão social. Tanto que não é de hoje que a carcinicultura desponta como uma área da economia que propicia a criação de oportunidades para micro e pequenos empreendedores, além da geração de emprego e renda.


Acaraú, no litoral nordestino estão os maiores polos de produção de camarões em cativeiro. Além disso, entre os Estados nordestinos exportadores, o Ceará alcançou a posição de terceiro maior exportador nacional nos últimos anos. Segundo o Centro Internacional de Negócios do Estado do Ceará, a produção de camarão atingiu quase US$ 3 milhões até o último mês de setembro.

Beneficiamento



Como se não bastasse tudo isso, a produção de camarões em cativeiro é uma das maiores atividades da região denominada de Costa Negra, que fica a 250 km de Fortaleza e engloba os municípios de Acaraú, Cruz e Itarema. Atualmente, a área dispõe de 31 fazendas de engorda, um laboratório de produção de pós-larvas e quatro indústrias de beneficiamento para o processamento de pesca em geral.

A primeira edição do festival acontece na Fazenda Cacimbas, em Acaraú. O objetivo é proporcionar a interação, aprendizado e difusão de inovações tec-nológicas, visando à sustentabilidade socioeconômica e ambiental da região.

Compõem o público-alvo do evento engenheiros de pesca, empresários, professores, pesquisadores e profissionais ligados ao segmento. Constam na programação cursos, oficinas de capacita-ção, workshops, palestras, mesas-redondas, festival gastronômico e shows. Também reunirá produtores, técnicos, empresários e chefes de cozinha nacionais e internacionais, que apresentarão o que de melhor pode ser feito na culinária com o camarão.

Conforme os organizadores, o I Festival Internacional do Camarão trará para o Ceará o primeiro selo de indicação geográfica que denomina a origem do cultivo de crustáceo. O selo é emitido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Além de agregar valor ao camarão da Costa Negra, com a certificação os produtores ganham o reconhecimento do mercado.

O I Festival Internacional do Camarão é uma promoção das Prefeituras de Acaraú, Cruz e Itarema e da Associação dos Carcinicultores da Costa Negra de Acaraú (ACCN).



Mais Informações:
I Festival Internacional do Camarão da Costa Negra de Acaraú e I Encontro do Arranjo Produtivo Local da Carcinicultura do Litoral Oeste
Período: de 26 a 29 deste mês
Local: Fazenda Cacimbas - Município de Acaraú - Litoral Oeste do Ceará
Telefones: (085) 3433.7684 e/ou 3433.7685
Sites: www.accn.org.br e/ou www.praticanet.com.br

Fonte: AVOL